Qual tipo de chave Pix é mais segura?

Qual tipo de chave Pix é mais segura para não cair em golpes? Devo utilizar CPF, email, número de telefone ou chave aleatória? Tem alguma maneira de se prevenir contra golpes de transferência por Pix? Neste post vamos explicar um pouco sobre as chaves PIX, e qual, “teoricamente”, seria a mais segura entre elas.

Qual tipo de chave Pix é mais segura?

É importante destacar que a transferência por Pix é tão segura quantos outros tipos de transferência bancárias disponíveis atualmente. O que se deve considerar é a segurança dos seus dados pessoais, que você estará compartilhando com pessoas que precisam enviar dinheiro para você. Por isso alguns especialistas recomendam que a pessoa não utilize o CPF como chave Pix.

Existem quatro tipos de chaves Pix: CPF, número do celular, e-mail ou chave aleatória (código aleatório gerado pelo próprio banco). Como o CPF é um documento oficial único, pode não ser seguro enviar seu CPF para desconhecidos ou para pagamentos em lojas online e outras transações online.

Qual tipo de chave Pix é mais segura?
Qual tipo de chave Pix é mais segura?

Um golpista com o CPF em mãos vai buscar pelo seu endereço e nome completos. Depois com estes dados poderá assinar serviços online e até abrir contas em bancos digitais! Por isso, o ideal, é evitar ao máximo o compartilhamento destes dados.

O que especialistas recomendam é que se utilize a chave Pix aleatória para suas transações, pois assim você estará protegendo seus dados pessoais, inclusive número de celular e email, que podem cair em mãos erradas. Portanto, o tipo de chave Pix considerada mais segura é a CHAVE ALEATÓRIA.

Como se prevenir contra golpes com Pix?

Se você deseja utilizar o CPF como chave Pix, deixe-o apenas para pagamentos para empresas conhecidas, bancos e outros serviços com quem você já realiza transações. Evite utilizar o CPF para pagamentos em sites ou para pessoas desconhecidas. O mesmo vale para o e-mail e número de celular, se não sabe quem receberá esta informação, não compartilhe.

Mesmo que seu celular seja roubado ou chip de celular seja clonado, o golpista não poderá desviar transferência da sua conta nem roubar suas chaves. Isso porque para realizar qualquer transação, é necessário acesso à conta no aplicativo do banco, feito por senha, reconhecimento facial ou biométrico.

Evite clicar em links desconhecidos, pois o link pode ser malicioso e enviar para sites fraudulentos que irão roubar seus valores do Pix.

Sempre leia as informações da pessoa para a qual está enviando o valor em dinheiro. Estes dados aparecem antes de você confirmar o envio. Notando algo errado, não realize a transação! Caso você envie para a pessoa errada, não há garantia de que irá receber o dinheiro de volta. Conforme o site do Banco Central, “Caberá ao prestador de serviço de pagamento a análise do caso de fraude e o eventual ressarcimento“.

Tags:

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.